Universo da Notícia - Sua fonte de notícias na cidade de Santa Helena

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Futebol Copa 2018

Médico da Rússia admite que jogadores inalaram amônia, mas nega doping

Segundo Eduard Bezuglov, prática é comum para estimular e dar ânimo; substância não aparece na lista proibida da Agência Mundial Antidoping

Médico da Rússia admite que jogadores inalaram amônia, mas nega doping
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O médico da seleção russa, Eduard Bezuglov, confirmou que jogadores da equipe inalaram amônia para melhoria no desempenho nas partidas da Copa do Mundo. Bezuglov, no entanto, negou que a prática seja caracterizada como doping.

– É um simples amoníaco com o qual as pessoas molham o algodão e depois inalam. Vários atletas fazem isso para ganharem ânimo. Isso é usado há décadas – disse.

De fato, a amônia não consta na lista de substâncias proibidas da Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês). O médico destacou que a inalação também é comum entre pessoas que não são atletas. A inalação de amônia melhora o fluxo sanguíneo e a capacidade pulmonar.

– Não é usado somente no esporte, mas na vida cotidiana das pessoas quando alguém perde a consciência ou se sente fraco – finalizou.

FONTE/CRÉDITOS: Por Globoesporte.com, Moscou, Rússia
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!