Universo da Notícia

Notícias Saúde

Agentes de endemias de Santa Helena alertam para aumento do número de focos do mosquito da dengue

Chuvas e negligência contribuem para esse aumanto.

Agentes de endemias de Santa Helena alertam para aumento do número de focos do mosquito da dengue
DIVULGAÇÃO PMSH
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

As chuvas que caíram recentemente em Santa Helena e região trouxeram alívio, principalmente ao setor agrícola, mas também fez com que aumentasse o número de focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, febre Chikungunya e do Zika vírus.

 

O alerta foi feito pelo setor de endemias da prefeitura municipal que tem intensificado o trabalho de fiscalização tanto na cidade como no interior.

 

O último LIRA, que é o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti apresentou índice larval acima de 1%, mas, conforme a agente de endemias Ane Mirian Kaul, atualmente este número pode ter aumentado significativamente com o alto volume de chuva.

 

Ane relata que diariamente os agentes encontram larvas em recipientes com água parada, como por exemplo: vasos de flores, calhas, caixa d’água, tampinhas de garrafa pet, copos descartáveis, entre outras.

 

Ane Miriam Kaul, supervisora de campo, ressalta que o apoio da comunidade é fundamental no combate à Dengue e que dedicar de cinco à dez minutos por dia para verificar o quintal de casa muito é importante.

 

Ane informa ainda que em imóveis onde é constatado mais de uma vez o foco do mosquito Aedes aegypti, o morador é notificado e posteriormente multado.

FONTE/CRÉDITOS: Da Redação/Costa Oeste News
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!