Universo da Notícia

Notícias Agronegócio

Carne argentina atrai brasileiros e paraguaios a Puerto Iguazú

O controle de saída de mercadorias é feita por servidores Aduana.

Carne argentina atrai brasileiros e paraguaios a Puerto Iguazú
VIA CABEZA NEWS
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A desvalorização da moeda argentina em compração ao dólar, está fazendo com que brasileiros e paraguaios atravessem a fronteria para comprar nos mercados de Puerto Iguazú. Um dos produtos mais procurados no momento é a carne, com uma diferença de preço que pode chegar a até 40% se comprado ao produto vendido em Foz do Iguaçu.

“Antes eram apenas os brasileiros, mas desde a semana passada aumentou a quantidade de paraguaios também, tanto para consumo familiar, quando para restaurantes e revenda, que agora trabalham com a carne porque nossa moeda perdeu o valor”, contou um proprietário de açougue em entrevista ao La Voz de Cataratas.

Segundo os açougueiros de Puerto Iguazú, a carne de gado é a mais procurada pelos brasileiros, que se somam aos paraguaios, que também buscam a carne de frango.

Sobre a legalidade passar a carne pelas fronteiras, o Serviço Nacional de Saúde e Qualidade Agroalimenatar (Senasa) da Argentina, informou que cada país tem sua própria legislação, embora sejam muito parecidas.

“Por parte da barreira sanitária nós não controlamos a saída pelo Trânsito Vecinal Fronteiriço, o transporte de carne depende da legislação de cada país”, disse Juan Pablo Russel, diretor da barreira sanitária.

O controle de saída de mercadorias é feita por servidores Aduana, que, conforme a legislação argentina, é permitido trazer até 150 dólares em mercadorias. Com informações de LaVozdeCataratas

De acordo com a legislação brasileira, fiscalizado pelo Ministério da Agricultura e Anvisa, a carne deve estar acondicionados em sua embalagem original de fabricação, com rotulagem que possibilite a sua identificação;

Alguns alimentos são permitidos mas existe um limite máximo que pode ser trazido. E esse limite for excedido, o excesso será recolhido. Alimentos processados derivados de carne: até 10 quilos. Ex: salame, embutidos, defumados, charque, torresmo, entre outros.

 
FONTE/CRÉDITOS: CABEZA NEWS
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, responderemos assim que possível ; )