Universo da Notícia

COVID-19: Desobediência às medidas restritivas são registradas em toda a região

No fim de semana, a Polícia Militar foi acionada em várias cidades para averiguar aglomerações em bares e a realização de festas.

Imagem ilustrativa registrada durante ação da PM na região (Foto: 19º BPM)

Enquanto as autoridades adotam medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus, que já fez até esta segunda-feira (29/06) vinte e uma mil vítimas no Paraná, levando à morte 600 pessoas, uma parcela da população se comporta como se não houvesse pandemia.

Em Toledo, de acordo com informações repassadas pela Comunicação Social do 19º Batalhão de Polícia Militar, dezenas de casos mobilizaram as equipes policiais desde que foi iniciado o período de quarentena. Com a entrada em vigor de Decretos Estaduais e Municipais, que restringem atividades, proíbem aglomerações e adotam outras medidas, como o uso obrigatório de máscaras, já foram 67 ocorrências registradas na cidade tendo por natureza Infringir introdução ou propagação de doença contagiosa. Outras 15 tiveram como natureza Infração de medida sanitária preventiva. No entanto, vale salientar que o Boletim de Ocorrência aceita a inclusão de mais de uma natureza e por isso, uma mesma ocorrência pode ter sido registrada com as duas infrações.

Tais números refletem a desatenção com a qual a pandemia vem sendo tratada por algumas pessoas, mas os exemplos de descaso com a crise sanitária não é observado apenas em Toledo. Em outros municípios do Oeste, a falta de prudência e sensatez de alguns moradores chamou a atenção no último fim de semana pela quantidade de vezes que a Polícia Militar foi acionada na área de circunscrição do 19º Batalhão para atender ocorrências de desobediência às medidas instituídas para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Levantamento feito pelo site Pig Notícias junto ao 19º BPM, mostra que entre sábado e domingo a corporação registrou infrações em diversas cidades da região, conforme a descrição abaixo.

Nova Aurora

Na manhã do último sábado (27/06), por volta das 11h15, a presença policial foi solicitada para prestar apoio aos membros do COE (Centro de Operações Emergenciais). A coordenadora do colegiado recebeu informações de que um bar situado na Avenida Castro Alves estava aberto, infringindo o Decreto Municipal que impôs medidas restritivas aos estabelecimentos daquela cidade. A equipe policial e os membros do COE realizaram as ações necessárias e as providências foram tomadas.

Formosa do Oeste

Por volta das 13h30 de sábado, os militares foram informados por uma agente da Vigilância Sanitária que havia um bar localizado na Rua Vitória descumprindo o Decreto Municipal nº 124/2020. No local, foram encontradas três pessoas em frente ao estabelecimento, que já estava fechado. O proprietário, residente nos fundos do bar, foi orientado a manter as portas fechadas e a não realizar atendimento.

Mais tarde, por volta das 19h15, a agente da Vigilância Sanitária compareceu ao Destacamento da PM relatando que foi conferir uma denúncia de aglomeração de pessoas na estrada Araré, em uma chácara de propriedade particular. No local, ela observou a realização de uma festa que reunia cerca de 10 pessoas, o que também infringia o Decreto Municipal nº 124/2020. Quando a servidora da Vigilância tentou notificar o responsável pela festa, um dos participantes passou a gritar com ela, intimidando-a e ela recorreu a ajuda dos policiais para realizar a fiscalização.

Jesuítas

No sábado, por volta das 20 horas, uma equipe policial foi solicitada para prestar apoio à fiscalização municipal. Segundo os fiscais, na Rua João Gomes estava ocorrendo uma festa com aglomeração de pessoas. No local, foi constatada reunião festiva e o responsável pelo imóvel foi identificado e advertido, bem como os seus convidados, a respeito do Decreto Municipal nº 107/2020. Após as devidas orientações, a festa foi encerrada e as pessoas foram embora.

Iracema do Oeste

Também no sábado, por volta das 21h12, uma equipe da PM recebeu ligação do Conselho Tutelar informando que na Rua Hernando Ricardo estava acontecendo uma festa, que tinha inclusive a presença de crianças. Os militares foram até o endereço, acompanhando uma equipe de conselheiros tutelares. No interior do imóvel, foram vistas várias pessoas que entraram no quarto dos fundos assim que perceberam a presença dos policiais, deixando do lado de fora um carrinho de bebê. O dono da casa e sua esposa foram à porta, atenderam a equipe da PM e negaram que houvesse outras pessoas na residência. Porém, um dos policiais caminhou pelo canto da casa e teve acesso a uma janela onde pôde avistar várias pessoas sentadas na cama que havia no quarto. A festa acabou e o casal foi orientado quanto ao Decreto Municipal.

Pato Bragado

No domingo (28/06), às 15h30, a Polícia Militar foi acionada para enviar uma equipe até um bar localizado na Rua Guaratuba. No local, foi encontrada uma aglomeração promovida por cerca de 50 pessoas, sendo que algumas nem máscara portavam. Diante do Decreto Municipal n° 042/2020, foram tomadas as medidas cabíveis.

teste 3

Fonte

PIG NOTÍCIAS
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

COVID-19: Desobediência às medidas restritivas são registradas em toda a região

PIG NOTÍCIAS

Enquanto as autoridades adotam medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus, que já fez até esta segunda-feira (29/06) vinte e uma mil vítimas no Paraná, levando à morte 600 pessoas, uma parcela da população se comporta como se não houvesse pandemia.

Em Toledo, de acordo com informações repassadas pela Comunicação Social do 19º Batalhão de Polícia Militar, dezenas de casos mobilizaram as equipes policiais desde que foi iniciado o período de quarentena. Com a entrada em vigor de Decretos Estaduais e Municipais, que restringem atividades, proíbem aglomerações e adotam outras medidas, como o uso obrigatório de máscaras, já foram 67 ocorrências registradas na cidade tendo por natureza Infringir introdução ou propagação de doença contagiosa. Outras 15 tiveram como natureza Infração de medida sanitária preventiva. No entanto, vale salientar que o Boletim de Ocorrência aceita a inclusão de mais de uma natureza e por isso, uma mesma ocorrência pode ter sido registrada com as duas infrações.

Tais números refletem a desatenção com a qual a pandemia vem sendo tratada por algumas pessoas, mas os exemplos de descaso com a crise sanitária não é observado apenas em Toledo. Em outros municípios do Oeste, a falta de prudência e sensatez de alguns moradores chamou a atenção no último fim de semana pela quantidade de vezes que a Polícia Militar foi acionada na área de circunscrição do 19º Batalhão para atender ocorrências de desobediência às medidas instituídas para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Levantamento feito pelo site Pig Notícias junto ao 19º BPM, mostra que entre sábado e domingo a corporação registrou infrações em diversas cidades da região, conforme a descrição abaixo.

Nova Aurora

Na manhã do último sábado (27/06), por volta das 11h15, a presença policial foi solicitada para prestar apoio aos membros do COE (Centro de Operações Emergenciais). A coordenadora do colegiado recebeu informações de que um bar situado na Avenida Castro Alves estava aberto, infringindo o Decreto Municipal que impôs medidas restritivas aos estabelecimentos daquela cidade. A equipe policial e os membros do COE realizaram as ações necessárias e as providências foram tomadas.

Formosa do Oeste

Por volta das 13h30 de sábado, os militares foram informados por uma agente da Vigilância Sanitária que havia um bar localizado na Rua Vitória descumprindo o Decreto Municipal nº 124/2020. No local, foram encontradas três pessoas em frente ao estabelecimento, que já estava fechado. O proprietário, residente nos fundos do bar, foi orientado a manter as portas fechadas e a não realizar atendimento.

Mais tarde, por volta das 19h15, a agente da Vigilância Sanitária compareceu ao Destacamento da PM relatando que foi conferir uma denúncia de aglomeração de pessoas na estrada Araré, em uma chácara de propriedade particular. No local, ela observou a realização de uma festa que reunia cerca de 10 pessoas, o que também infringia o Decreto Municipal nº 124/2020. Quando a servidora da Vigilância tentou notificar o responsável pela festa, um dos participantes passou a gritar com ela, intimidando-a e ela recorreu a ajuda dos policiais para realizar a fiscalização.

Jesuítas

No sábado, por volta das 20 horas, uma equipe policial foi solicitada para prestar apoio à fiscalização municipal. Segundo os fiscais, na Rua João Gomes estava ocorrendo uma festa com aglomeração de pessoas. No local, foi constatada reunião festiva e o responsável pelo imóvel foi identificado e advertido, bem como os seus convidados, a respeito do Decreto Municipal nº 107/2020. Após as devidas orientações, a festa foi encerrada e as pessoas foram embora.

Iracema do Oeste

Também no sábado, por volta das 21h12, uma equipe da PM recebeu ligação do Conselho Tutelar informando que na Rua Hernando Ricardo estava acontecendo uma festa, que tinha inclusive a presença de crianças. Os militares foram até o endereço, acompanhando uma equipe de conselheiros tutelares. No interior do imóvel, foram vistas várias pessoas que entraram no quarto dos fundos assim que perceberam a presença dos policiais, deixando do lado de fora um carrinho de bebê. O dono da casa e sua esposa foram à porta, atenderam a equipe da PM e negaram que houvesse outras pessoas na residência. Porém, um dos policiais caminhou pelo canto da casa e teve acesso a uma janela onde pôde avistar várias pessoas sentadas na cama que havia no quarto. A festa acabou e o casal foi orientado quanto ao Decreto Municipal.

Pato Bragado

No domingo (28/06), às 15h30, a Polícia Militar foi acionada para enviar uma equipe até um bar localizado na Rua Guaratuba. No local, foi encontrada uma aglomeração promovida por cerca de 50 pessoas, sendo que algumas nem máscara portavam. Diante do Decreto Municipal n° 042/2020, foram tomadas as medidas cabíveis.

Parceiros

Publicidade