Universo da Notícia

Notícias Coronavírus

Dois municípios gaúchos não registram nenhuma morte por covid-19

Número de casos tanto em Benjamin Constant do Sul quanto em Novo Tiradentes permanece estável.

Dois municípios gaúchos não registram nenhuma morte por covid-19
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Distantes cerca de 130 quilômetros um do outro, Benjamin Constant do Sul e Novo Tiradentes têm mais em comum do que apenas a localização geográfica no Rio Grande do Sul. Os dois municípios têm aproximadamente 2 mil habitantes e ostentam um título invejável durante a pandemia: nenhum registrou mortes em decorrência da covid-19, conforme o painel da Secretaria Estadual da Saúde (SES). O número de casos positivos também não é alto e está estável. 

O caminho para conseguir o feito foi parecido nas duas cidades: grande adesão da população às regras estabelecidas pelas prefeituras e políticas de rastreamento e isolamento rigorosas para casos suspeitos e seus contatos.

Localizado na Região Norte, Novo Tiradentes tem 2,2 mil habitantes. Cerca de 700 deles têm 60 anos ou mais, estima Marília Della Pasqua, secretária da Saúde do município, que se situa perto de Frederico Westphalen, Palmeira das Missões e Constantina.  

Apesar de contar com apenas uma unidade básica de saúde (UBS), a cidade contabiliza, em toda a pandemia, 137 casos de covid-19  — atualmente, não há nenhum ativo. Desses, cinco exigiram transferência para o hospital de referência, em Rodeio Bonito. Ainda assim, nenhum paciente precisou ser entubado, garante a secretária. 

— Acreditamos que os cuidados da comunidade foram importantes. Como o município é menor, uns fiscalizam os outros: "Fulano está com gripe", "Beltrano não usa máscara"  — exemplifica Marília. 

Fora a adesão dos moradores, o trabalho da administração municipal também teve impacto nos números. As equipes de saúde monitoram de perto os casos suspeitos, os isolam e testam todos os seus contatos. Quando alguém positiva, recebe atenção diária dos profissionais, a fim de identificar, o quanto antes, um possível agravamento no quadro. 

 — Antes, também monitorávamos os moradores que recebiam visitas de pessoas de outros lugares, mas com a vacinação isso não tem acontecido. A população se cuida, não recebe visitas e não viaja — afirma a secretária. 

Com grande adesão à campanha de vacinação, Novo Tiradentes avança, nesta terça-feira (24), para a imunização de pessoas com 20 anos ou mais. Adolescentes acima de 12 anos e com comorbidades também já receberam a vacina. 

— Foram poucos que não quiseram se vacinar. As pessoas estão aderindo e fazemos a busca ativa daqueles que não aparecem — diz Marília. 

Embora as restrições estejam mais flexíveis, no âmbito municipal Novo Tiradentes segue adotando medidas de distanciamento maiores em locais como restaurantes e escolas, por exemplo. 

Sem novos casos  

Também no norte gaúcho, Benjamin Constant do Sul, vizinho de Erechim e de Chapecó, em Santa Catarina, é outro município que não tem nenhum óbito por covid-19. O total de 174 casos da doença permanece o mesmo desde 23 de julho, comemora o prefeito, Nilton José Valentini: 

— Zeramos, não temos mais casos positivos. Temos duas reservas indígenas onde todos foram vacinados. Em 20 de julho, atingimos 100% da população com a primeira dose da vacina. Agora, 53% já tem a segunda.  

A política de sucesso foi semelhante: diante dos primeiros sintomas, o paciente era isolado, testado e tinha seus contatos rastreados e também testados. Além disso, um pronto-atendimento aberto 24 horas por dia de segunda a sábado pela manhã agilizou a identificação e o tratamento dos casos confirmados. 

Com 2,3 mil habitantes, Benjamin Constant do Sul tem cerca de 380 idosos e, no decorrer da pandemia, precisou internar em Erechim, apenas quatro pacientes. Todos evoluíram bem.

FONTE/CRÉDITOS: GZH
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!