Universo da Notícia

Dois são mortos por pistoleiros durante festa de aniversário na fronteira

As vítimas foram identificadas como sendo Sandro Daniel Lopez e Hugo Alberto Ayala.

teste

Erro na Linha: #331 :: Undefined variable: publicidadePost
/home/universodanotici/public_html/themes/news_2018/noticia.php

Erro na Linha: #332 :: Undefined variable: publicidadePost
/home/universodanotici/public_html/themes/news_2018/noticia.php

Dois homens foram mortos durante uma festa de aniversário, em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã.

Uma das vítimas, o aniversariante, chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital.

As vítimas foram identificadas como sendo Sandro Daniel Lopez e Hugo Alberto Ayala.

O crime aconteceu, quando acontecia a festa na calçada da residência, sendo que os pistoleiros chegaram armados e fizeram vários disparos contra o grupo que participava do evento.

Sandro de 42 anos morreu no local, já Hugo chegou a ser socorrido, mas acabou morrendo ao dar entrada no hospital.

Crime aconteceu quatro dias após assassinato do jornalista Leo Veras, que foi executado com 12 tiros enquanto jantava com sua família em sua casa.

Fonte

ABC Color
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Dois são mortos por pistoleiros durante festa de aniversário na fronteira

ABC Color

Dois homens foram mortos durante uma festa de aniversário, em Pedro Juan Caballero, na fronteira com Ponta Porã.

Uma das vítimas, o aniversariante, chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu no hospital.

As vítimas foram identificadas como sendo Sandro Daniel Lopez e Hugo Alberto Ayala.

O crime aconteceu, quando acontecia a festa na calçada da residência, sendo que os pistoleiros chegaram armados e fizeram vários disparos contra o grupo que participava do evento.

Sandro de 42 anos morreu no local, já Hugo chegou a ser socorrido, mas acabou morrendo ao dar entrada no hospital.

Crime aconteceu quatro dias após assassinato do jornalista Leo Veras, que foi executado com 12 tiros enquanto jantava com sua família em sua casa.

Parceiros

Publicidade