Universo da Notícia

Homem é preso por suspeita de asfixiar até a morte filha de 1 ano e dois meses

Ele já tinha diversas passagens policiais por posse ilegal de arma e tráfico de drogas.

Imagem de capa
DIVULGAÇÃO
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando
teste

Erro na Linha: #414 :: preg_replace_callback(): Requires argument 2, 'addBanner', to be a valid callback
/home/universodanotici/public_html/themes/news_2018/noticia.php

Um homem de 24 anos foi preso, nesta segunda-feira (07), acusado de homicídio contra a própria filha, uma bebê de um ano e dois meses. O caso aconteceu em Siderópolis, Santa Catarina. A Polícia Civil (PC) está investigando o caso.

A bebê foi morta porque estava chorando e isso irritou o pai. Essa informação foi dada pela mãe da criança, de 21 anos, que levou a criança até o hospital acompanhada do assassino. Testemunha disseram que o casal saiu gritando, dizendo que a bebê estava passando mal até conseguir uma carona pra levar a menina para atendimento.

Mas, segundo informou a PM, testemunhas disseram que eram frequentes os maus tratos à criança. O homem teria usado um travesseiro para sufocar a menina e isso foi descoberto porque ela já chegou sem vida ao hospital e a equipe de atendimento desconfiou da história.

teste 3

Fonte

SCC
  • COMPARTILHE

Homem é preso por suspeita de asfixiar até a morte filha de 1 ano e dois meses

10/06/2021 11:01


Um homem de 24 anos foi preso, nesta segunda-feira (07), acusado de homicídio contra a própria filha, uma bebê de um ano e dois meses. O caso aconteceu em Siderópolis, Santa Catarina. A Polícia Civil (PC) está investigando o caso.

A bebê foi morta porque estava chorando e isso irritou o pai. Essa informação foi dada pela mãe da criança, de 21 anos, que levou a criança até o hospital acompanhada do assassino. Testemunha disseram que o casal saiu gritando, dizendo que a bebê estava passando mal até conseguir uma carona pra levar a menina para atendimento.

Mas, segundo informou a PM, testemunhas disseram que eram frequentes os maus tratos à criança. O homem teria usado um travesseiro para sufocar a menina e isso foi descoberto porque ela já chegou sem vida ao hospital e a equipe de atendimento desconfiou da história.

Fonte: SCC

Publicidade