Universo da Notícia

Mulher é agredida após desentendimento comercial e vai parar no PAM de Santa Helena

O agressor não foi localizado.

Uma mulher foi parar no Pronto Atendimento Municipal após ser agredida na tarde desta quinta-feira (30), em Santa Helena.

O motivo das agressões seria um desentendimento comercial onde ela e a outra parte acabaram discutindo.

A Polícia Militar foi chamada para atender o caso e segundo relatos da vítima, ela teria comprado um veículo e, conforme combinado, após a liquidação da dívida seria providenciado o recibo de quitação. Ainda de acordo com a mulher, durante a negociação do pagamento houve um desentendimento entre as partes e ela acabou sendo agredida com golpes de capacete na cabeça e braços. Ela representou criminalmente contra o autor das agressões.

A polícia realizou diligências no intuito de localizar o suspeito, porém, sem êxito. A mulher foi orientada a procurar a Delegacia de Polícia Civil para que fosse dado andamento nas medidas cabíveis.

teste 3

Fonte

Da Redação
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Mulher é agredida após desentendimento comercial e vai parar no PAM de Santa Helena

Da Redação

Uma mulher foi parar no Pronto Atendimento Municipal após ser agredida na tarde desta quinta-feira (30), em Santa Helena.

O motivo das agressões seria um desentendimento comercial onde ela e a outra parte acabaram discutindo.

A Polícia Militar foi chamada para atender o caso e segundo relatos da vítima, ela teria comprado um veículo e, conforme combinado, após a liquidação da dívida seria providenciado o recibo de quitação. Ainda de acordo com a mulher, durante a negociação do pagamento houve um desentendimento entre as partes e ela acabou sendo agredida com golpes de capacete na cabeça e braços. Ela representou criminalmente contra o autor das agressões.

A polícia realizou diligências no intuito de localizar o suspeito, porém, sem êxito. A mulher foi orientada a procurar a Delegacia de Polícia Civil para que fosse dado andamento nas medidas cabíveis.

Parceiros

Publicidade