Universo da Notícia

Mulher perde mais de R$ 11 mil em golpe na região

Golpistas agiram por telefone e induziram a vítima a fornecer dados sigilosos.

Foto Ilustrativa

Compareceu ao destacamento de Polícia Militar de Quatro Pontes na tarde dessa quinta-feira(9), uma mulher relatando que na manhã do dia anterior recebeu uma mensagem de celular para fazer um recadastramento de dados da conta Sicredi, onde pedia para acessar um site  a fim de evitar multas. Ela contou à polícia que acessou, acreditando ser o site original e inseriu os dados da conta bancária,  além da senha de acesso da conta Sicredi Mobile.

Para o desespero da vítima, horas mais tarde, ela diz que foi contatada por um funcionário da agencia bancária, o qual informou que foram feitas várias movimentações bancárias em sua conta totalizando o valor de R$11,076.29.

As autoridades alertam toda a população para que fiquem atentos a novas tentativas dos golpistas.

A vitima foi orientada quanto as medidas cabíveis. A polícia investiga o caso.

Fonte

Da Redação
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Mulher perde mais de R$ 11 mil em golpe na região

Da Redação

Compareceu ao destacamento de Polícia Militar de Quatro Pontes na tarde dessa quinta-feira(9), uma mulher relatando que na manhã do dia anterior recebeu uma mensagem de celular para fazer um recadastramento de dados da conta Sicredi, onde pedia para acessar um site  a fim de evitar multas. Ela contou à polícia que acessou, acreditando ser o site original e inseriu os dados da conta bancária,  além da senha de acesso da conta Sicredi Mobile.

Para o desespero da vítima, horas mais tarde, ela diz que foi contatada por um funcionário da agencia bancária, o qual informou que foram feitas várias movimentações bancárias em sua conta totalizando o valor de R$11,076.29.

As autoridades alertam toda a população para que fiquem atentos a novas tentativas dos golpistas.

A vitima foi orientada quanto as medidas cabíveis. A polícia investiga o caso.

Publicidade