Universo da Notícia

Polícia encontra corpo de mulher morta há mais de dois anos, em Campo Largo

Corpo estava enterrado na zona rural e marido confessa o crime.

Banda B

A polícia encontrou, nesta quarta-feira (7), o corpo de uma mulher que teria morrido há mais de dois anos em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. O corpo estava enterrado na zona rural do município e um homem foi detido pelo crime.

Segundo as primeiras informações, a polícia tinha indícios de que uma possível ossada humana poderia estar enterrada na região de Bateias. Com autorização da Justiça, uma equipe foi até o local, onde foi recebida por um homem, que imediatamente apontou o local em que este corpo estaria enterrado.

Em depoimento, o detido confessou que o corpo enterrado seria de sua esposa, Cristiane Ferreira, que morreu em 16 de junho de 2016. A morte teria acontecido após uma discussão entre o casal. Ele afirmou que usou uma corda para enforcar a vítima.

Já a ocultação do cadáver, segundo o depoimento inicial, teria sido realizada pelo irmão e por um amigo do suspeito, que passam agora a ser procurados pela Delegacia de Campo Largo.

A Polícia Civil segue investigando o caso.

Fonte

Banda B
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Polícia encontra corpo de mulher morta há mais de dois anos, em Campo Largo

Banda B

A polícia encontrou, nesta quarta-feira (7), o corpo de uma mulher que teria morrido há mais de dois anos em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. O corpo estava enterrado na zona rural do município e um homem foi detido pelo crime.

Segundo as primeiras informações, a polícia tinha indícios de que uma possível ossada humana poderia estar enterrada na região de Bateias. Com autorização da Justiça, uma equipe foi até o local, onde foi recebida por um homem, que imediatamente apontou o local em que este corpo estaria enterrado.

Em depoimento, o detido confessou que o corpo enterrado seria de sua esposa, Cristiane Ferreira, que morreu em 16 de junho de 2016. A morte teria acontecido após uma discussão entre o casal. Ele afirmou que usou uma corda para enforcar a vítima.

Já a ocultação do cadáver, segundo o depoimento inicial, teria sido realizada pelo irmão e por um amigo do suspeito, que passam agora a ser procurados pela Delegacia de Campo Largo.

A Polícia Civil segue investigando o caso.

Publicidade