Universo da Notícia

Policial militar é mordido ao tentar separar briga de casal em Arapongas

O homem que atacou o PM foi detido por ameaça, resistência, desobediência e lesão corporal.

FOTO: PM
teste
Um policial militar foi mordido ao tentar separar uma briga de casal no Jardim Panorama, em Arapongas, no Norte do Paraná. A situação foi registrada na tarde de sábado (7). O homem acabou detido pelos crimes de ameaça, resistência, desobediência e lesão corporal.

A Polícia Militar foi chamada até o local após o suspeito ter quebrado todos os móveis de casa, agredido a esposa com tapas e ainda empurrado a filha de apenas oito anos, que bateu o rosto no chão. Quando os militares chegaram, o rapaz não obedeceu a abordagem e partiu para cima da equipe, mordendo um dos policiais no braço esquerdo.

O homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil. Segundo a mulher, a confusão começou porque o marido tinha se irritado depois que a filha teria saído de casa atrás de um cachorro e se perdido no caminho. O detido confirmou o motivo da briga, mas negou ter atacado o PM.

O militar mordido foi encaminhado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) com um ferimento superficial no braço.

Fonte

Bonde
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Policial militar é mordido ao tentar separar briga de casal em Arapongas

Bonde
Um policial militar foi mordido ao tentar separar uma briga de casal no Jardim Panorama, em Arapongas, no Norte do Paraná. A situação foi registrada na tarde de sábado (7). O homem acabou detido pelos crimes de ameaça, resistência, desobediência e lesão corporal.

A Polícia Militar foi chamada até o local após o suspeito ter quebrado todos os móveis de casa, agredido a esposa com tapas e ainda empurrado a filha de apenas oito anos, que bateu o rosto no chão. Quando os militares chegaram, o rapaz não obedeceu a abordagem e partiu para cima da equipe, mordendo um dos policiais no braço esquerdo.

O homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil. Segundo a mulher, a confusão começou porque o marido tinha se irritado depois que a filha teria saído de casa atrás de um cachorro e se perdido no caminho. O detido confirmou o motivo da briga, mas negou ter atacado o PM.

O militar mordido foi encaminhado à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) com um ferimento superficial no braço.

Parceiros

Publicidade