Universo da Notícia

Fora da Copa e de olho nas Eleições

Coluna ESTIMADOS AMIGOS

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Estimados Amigos, Brasil fora da Copa derrotado pela Bélgica, 2 a 1 merecido e ponto final. Esporte é isso, se perde e se ganha. Os jogadores brasileiros erram, sim, da mesma forma que todos nós erramos, ganhando bem ou não, em nossos trabalhos, nossas vidas, enfim, erramos. Indiferente do resultado, toda vez que a seleção do meu país, com jogadores que jogam aqui ou no exterior, entrar em campo, vou torcer para meus compatriotas, não torcerei para outra seleção contra meu país. Não misturo a situação política do país com Copa do Mundo, não faço parte dos milhares de técnicos e jogadores espalhados pelo mundo que criticam cada jogada, cada alteração, cada finalização desperdiçada como se jogasse melhor do que quem está em campo.

O Brasil não fez uma boa Copa, precisa, e parece ser quase que unanimidade, que precisamos rever muitas coisas não só no futebol brasileiro, mas no esporte, na educação e na cultura do nosso povo.

Criticamos o jogador, o político, o policial, mas quando temos a oportunidade de mostrar que pode se fazer diferente, fazemos igual. Não adianta torcer para a Argentina, Alemanha ou quem quer que seja e jogar o lixo na rua, furar a fila, sonegar imposto, escravizar o funcionário, criticar o cidadão comum que vai ao Paraguai fazer suas comprar e comprar produtos de cargas roubadas ou contrabandeados para vender na sua empresa.

Agora que estamos fora da Copa, voltemos nossa atenção para os candidatos que vão se apresentando para concorrer aos cargos de deputado estadual, deputado federal, senador (duas vagas nesta eleição), governador e presidente da república.

Antes disso se faça algumas perguntas e tente não errar. Para quem votei para estes cargos na eleição passada? O que fizeram em quatro anos?

Boa reflexão!

Fonte

Alex Moreno
  • COMPARTILHE

Fora da Copa e de olho nas Eleições

Alex Moreno

Estimados Amigos, Brasil fora da Copa derrotado pela Bélgica, 2 a 1 merecido e ponto final. Esporte é isso, se perde e se ganha. Os jogadores brasileiros erram, sim, da mesma forma que todos nós erramos, ganhando bem ou não, em nossos trabalhos, nossas vidas, enfim, erramos. Indiferente do resultado, toda vez que a seleção do meu país, com jogadores que jogam aqui ou no exterior, entrar em campo, vou torcer para meus compatriotas, não torcerei para outra seleção contra meu país. Não misturo a situação política do país com Copa do Mundo, não faço parte dos milhares de técnicos e jogadores espalhados pelo mundo que criticam cada jogada, cada alteração, cada finalização desperdiçada como se jogasse melhor do que quem está em campo.

O Brasil não fez uma boa Copa, precisa, e parece ser quase que unanimidade, que precisamos rever muitas coisas não só no futebol brasileiro, mas no esporte, na educação e na cultura do nosso povo.

Criticamos o jogador, o político, o policial, mas quando temos a oportunidade de mostrar que pode se fazer diferente, fazemos igual. Não adianta torcer para a Argentina, Alemanha ou quem quer que seja e jogar o lixo na rua, furar a fila, sonegar imposto, escravizar o funcionário, criticar o cidadão comum que vai ao Paraguai fazer suas comprar e comprar produtos de cargas roubadas ou contrabandeados para vender na sua empresa.

Agora que estamos fora da Copa, voltemos nossa atenção para os candidatos que vão se apresentando para concorrer aos cargos de deputado estadual, deputado federal, senador (duas vagas nesta eleição), governador e presidente da república.

Antes disso se faça algumas perguntas e tente não errar. Para quem votei para estes cargos na eleição passada? O que fizeram em quatro anos?

Boa reflexão!

Veja também

Imagem de capa
Universo da Notícia
Universo da Notícia

Só a política pode salvar o Brasil

Imagem de capa
Universo da Notícia
Universo da Notícia

Cacau na Amazônia: um caminho para a agricultura familiar sustentável

Imagem de capa
Universo da Notícia
Universo da Notícia

"Posso 'joaquinizar", diz Datena sobre desistir de candidatura

Imagem de capa
Alex Moreno/ Estimados Amigos
Alex Moreno/ Estimados Amigos

Sobre Oferendas e Encruzilhadas

Publicidade