Universo da Notícia

Seleção brasileira de futsal passa a ser gerida pela CBF

A mudança não afeta a organização das competições nacionais e de federações, como a Liga Nacional de Futsal

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A seleção brasileira de futsal agora é responsabilidade da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). A entidade máxima do futebol brasileiro anunciou oficialmente essa mudança. Assim a CBF passa a representar a modalidade junto à FIFA e Conmebol. No final do ano passado algumas reuniões foram realizadas para discutir essa alteração.

Em dezembro, o Presidente da Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), Marcos Madeira, esteve visitando a CBF e foi recebido pelo Presidente da entidade, Rogério Caboclo, juntamente com outros membros da diretoria.

Antes desse encontro, Rogério Caboclo recebeu na sede da CBF atletas das seleções masculina e feminina do Brasil para debater melhorias para a modalidade no país. A melhor jogadora de futsal do mundo, Amandinha, esteve naquela reunião.

No comunicado oficial publicado nesta quarta-feira (07) a CBF reforçou que essa mudança de gestão já vinha sendo pleiteada pelos próprios atletas há anos. A CBFS, que antes administrava o esporte, passa por muitos problemas financeiros.

A partir de agora toda a logística e administração fica por conta da CBF, assim como a captação de patrocínios, e registros e transferências de jogadores. Com isso, a seleção passará a utilizar uniformes da Nike, como é no futebol de campo.

A mudança de gestão, no entanto, não afeta a organização das competições nacionais e de federações da modalidade (Liga Nacional, Supercopa e Taça Brasil, por exemplo), que continuarão administradas pela CBFS, que terá resguardada sua autonomia jurídica, administrativa e patrimonial, além de sua independência econômica e financeira com relação à CBF, como afirma a ata divulgada.

Essa não é a primeira vez que a CBF assume a gestão da seleção brasileira de futsal. Em 2017 um acordo foi feito, mas durou menos que seis meses.

Fonte

Redação: Catve
  • COMPARTILHE

Veja também

09Abr

Após polêmica envolvendo agressão à mulher, goleiro Jean atravessa a fronteira de carro e se apresenta ao Cerro Portenho

O ex-goleiro do São Paulo foi negociado ao time do Paraguai, após empréstimo junto ao Atlético Goianiense.

09Nov

Inter vence o Gre-Nal e entra na zona de classificação do Brasileiro Sub-20

Igor e Pedrinho marcam os gols da vitória colorada; Leo Fenga desconta para o Tricolor na etapa final

09Nov

A três dias do fechamento da janela, Grêmio mantém esperança de contratar meia e volante

Direção avalia mercado para encorpar grupo de Renato Portaluppi.

09Nov

Tite convoca Pedro para duelos nas eliminatórias, mas não corta Neymar de olho no Uruguai

Técnico relaciona atacante do Flamengo para últimos jogos de 2020 e mantém astro do PSG na lista.

Publicidade