Universo da Notícia

Covid-19: 20º Regional de Saúde está com 100% dos leitos de UTI ocupados

Leitos da macrorreginoal também estão lotados.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Erro na Linha: #414 :: preg_replace_callback(): Requires argument 2, 'addBanner', to be a valid callback
/home/universodanotici/public_html/themes/news_2018/noticia.php

Neste domingo um boletim informativo enviado pela 20º Regional de Saúde demonstrou a lotação total dos leitos de UTI’s para internamento de pacientes com Covid-19, nos hospitais da região.
Além deste cenário microrregional, também há superlotação dos leitos da macrorregional, que compreende os municípios de Cascavel, Toledo e Foz do Iguaçu.
Diante deste cenário, o pedido das autoridades de saúde é para que haja a intensificação da prevenção à doença pois se trata do pior momento da Pandemia no Oeste do Estado.
Segundo a secretária municipal de Saúde de Santa Helena, Cristiani Mozer Binko, em Santa Helena se tem a impressão que parte das pessoas esqueceu da importância de manter os cuidados contra à Covid-19: “Visualizamos que, em determinados estabelecimentos comerciais como lanchonetes e restaurantes, os frequentadores não estão mais utilizando máscaras e o momento pede justamente o contrário,” destaca.

Vacinação
Em Santa Helena a vacinação iniciou entre os profissionais de saúde e indígenas, evoluindo para os idosos de 90 anos ou mais e também alguns com 89 anos. Segundo a secretária existe a estimativa de vacinar 50% da população brasileira até metade do ano, porém o momento agora é de espera por novos lotes da vacina: “Já aplicamos todas as doses recebidas e agora, estamos aguardando a chegada de novas remessas para continuarmos a vacinação dos idosos, respeitando a faixa etária do mais velho para o mais novo,” explica a secretária.

Pessoas Vacinadas 
Indígenas: 89
Profissionais de Saúde (primeira dose):  377 
Profissionais de Saúde (segunda dose): 176 
Idosos acima de 90 anos (primeira dose): 58 
Idosos de 85 a 89 anos acamados: 10 doses
Total primeira dose: 534 
Total segunda dose: 176 
 
Palavra da 20º Regional
O Chefe da 20º Regional, Alberi Locatelli, afirma que o problema mais recorrente no tocante a indisciplina dos cuidados com a doença está entre os jovens, sobretudo agora com a chegada da vacina: “Muitos jovens estão saindo em festas sem cuidado algum, e transmitindo o vírus para os familiares em casa e isso é muito grave, embasados no argumento de que a vacina chegou, não é por aí” afirma.
Outro agravante mencionado por Locatelli é quanto aos profissionais de saúde e insumos hospitalares que já começam a faltar no mercado: “Além de não termos leitos de UTI suficientes, existe a escassez de profissionais de saúde para trabalhar nos hospitais, sem contar que já visualizamos a dificuldade para compra de medicamentos para tratamento da Covid-19” finaliza.

teste 3

Fonte

Assessoria
  • COMPARTILHE

Covid-19: 20º Regional de Saúde está com 100% dos leitos de UTI ocupados

22/02/2021 18:10


Neste domingo um boletim informativo enviado pela 20º Regional de Saúde demonstrou a lotação total dos leitos de UTI’s para internamento de pacientes com Covid-19, nos hospitais da região.
Além deste cenário microrregional, também há superlotação dos leitos da macrorregional, que compreende os municípios de Cascavel, Toledo e Foz do Iguaçu.
Diante deste cenário, o pedido das autoridades de saúde é para que haja a intensificação da prevenção à doença pois se trata do pior momento da Pandemia no Oeste do Estado.
Segundo a secretária municipal de Saúde de Santa Helena, Cristiani Mozer Binko, em Santa Helena se tem a impressão que parte das pessoas esqueceu da importância de manter os cuidados contra à Covid-19: “Visualizamos que, em determinados estabelecimentos comerciais como lanchonetes e restaurantes, os frequentadores não estão mais utilizando máscaras e o momento pede justamente o contrário,” destaca.

Vacinação
Em Santa Helena a vacinação iniciou entre os profissionais de saúde e indígenas, evoluindo para os idosos de 90 anos ou mais e também alguns com 89 anos. Segundo a secretária existe a estimativa de vacinar 50% da população brasileira até metade do ano, porém o momento agora é de espera por novos lotes da vacina: “Já aplicamos todas as doses recebidas e agora, estamos aguardando a chegada de novas remessas para continuarmos a vacinação dos idosos, respeitando a faixa etária do mais velho para o mais novo,” explica a secretária.

Pessoas Vacinadas 
Indígenas: 89
Profissionais de Saúde (primeira dose):  377 
Profissionais de Saúde (segunda dose): 176 
Idosos acima de 90 anos (primeira dose): 58 
Idosos de 85 a 89 anos acamados: 10 doses
Total primeira dose: 534 
Total segunda dose: 176 
 
Palavra da 20º Regional
O Chefe da 20º Regional, Alberi Locatelli, afirma que o problema mais recorrente no tocante a indisciplina dos cuidados com a doença está entre os jovens, sobretudo agora com a chegada da vacina: “Muitos jovens estão saindo em festas sem cuidado algum, e transmitindo o vírus para os familiares em casa e isso é muito grave, embasados no argumento de que a vacina chegou, não é por aí” afirma.
Outro agravante mencionado por Locatelli é quanto aos profissionais de saúde e insumos hospitalares que já começam a faltar no mercado: “Além de não termos leitos de UTI suficientes, existe a escassez de profissionais de saúde para trabalhar nos hospitais, sem contar que já visualizamos a dificuldade para compra de medicamentos para tratamento da Covid-19” finaliza.

Fonte: Assessoria

Publicidade