Universo da Notícia

Covid-19: novo caso pode ser o primeiro de transmissão comunitária em Toledo

O caso apresentado nesta sexta-feira é de um homem de 54 anos.

O porta voz do COE (Centro de Operações Emergenciais), dr. Fernando Pedrotti, e a secretária de saúde, Denise Liel, anunciaram na tarde desta sexta-feira (22) um novo caso de Covid-19 em Toledo. Com mais este caso, Toledo soma 167 casos suspeitos, dos quais 140 foram descartados, 13 aguardam resultados e 14 são positivos, dos quais 7 estão recuperados, segundo o boletim oficial da Secretária Estadual de Saúde.

O caso apresentado nesta sexta-feira é de um homem de 54 anos, que apresentou sintomas leves no dia 14 de maio. O que mais chamou atenção e e o fez procurar um serviço de saúde foi a tosse persistente. O paciente foi orientado a se isolar e, passados os oito dias, realizou o teste rápido, que apresentou-se positivo.

“O que nos chama atenção e nos preocupa neste caso é que este paciente não tem histórico de viagem e nem de contato com caso positivo que tenha conhecimento. Estamos investigando a origem da contaminação”, explicou dr. Fernando Pedrotti.

Assim sendo, este pode ser o primeiro caso de transmissão comunitária no município.

“Reforçamos o pedido para que as pessoas fiquem em casa e não haja aglomerações. No final de semana passado tivemos mais de 30 denúncias de estabelecimentos com muita gente. Esperamos que agora as pessoas se conscientizem. Se preciso for, vamos tomar atitudes enérgicas, pois estamos pensando na saúde das pessoas”, explicou a secretária Denise Liell.

teste 3

Fonte

VIVER TOLEDO
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Covid-19: novo caso pode ser o primeiro de transmissão comunitária em Toledo

VIVER TOLEDO

O porta voz do COE (Centro de Operações Emergenciais), dr. Fernando Pedrotti, e a secretária de saúde, Denise Liel, anunciaram na tarde desta sexta-feira (22) um novo caso de Covid-19 em Toledo. Com mais este caso, Toledo soma 167 casos suspeitos, dos quais 140 foram descartados, 13 aguardam resultados e 14 são positivos, dos quais 7 estão recuperados, segundo o boletim oficial da Secretária Estadual de Saúde.

O caso apresentado nesta sexta-feira é de um homem de 54 anos, que apresentou sintomas leves no dia 14 de maio. O que mais chamou atenção e e o fez procurar um serviço de saúde foi a tosse persistente. O paciente foi orientado a se isolar e, passados os oito dias, realizou o teste rápido, que apresentou-se positivo.

“O que nos chama atenção e nos preocupa neste caso é que este paciente não tem histórico de viagem e nem de contato com caso positivo que tenha conhecimento. Estamos investigando a origem da contaminação”, explicou dr. Fernando Pedrotti.

Assim sendo, este pode ser o primeiro caso de transmissão comunitária no município.

“Reforçamos o pedido para que as pessoas fiquem em casa e não haja aglomerações. No final de semana passado tivemos mais de 30 denúncias de estabelecimentos com muita gente. Esperamos que agora as pessoas se conscientizem. Se preciso for, vamos tomar atitudes enérgicas, pois estamos pensando na saúde das pessoas”, explicou a secretária Denise Liell.

Parceiros

Publicidade