Universo da Notícia

Notícias Saúde

Santa Helena atualiza números da epidemia de dengue

Houve aumento do número de casos.

Santa Helena atualiza números da epidemia de dengue
DIVULGAÇÃO FIOCRUZ
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A secretaria municipal de Saúde de Santa Helena divulgou na manhã desta quarta-feira (22), um novo boletim com informações da dengue no município.

Segundo a secretaria, Santa Helena permanece em situação de emergência pública devido à epidemia de dengue, em vigência desde o último dia 26 de abril.

Conforme o setor de vigilância epidemiológica, houve aumento do número de casos da doença nos últimos meses.

Até agora, segundo o boletim, já foram confirmados 1.350 de dengue em Santa Helena.

Os casos foram confirmados entre o mês de agosto do ano passado e até a presente data. Neste mesmo período foram descartados 924 casos considerados suspeitos e outros 154 pacientes que foram notificados estão aguardando o resultado de exames.

Também foi confirmado um óbito pela doença.

NO PARANÁ

O boletim semanal da dengue, publicado nesta terça-feira (21) pela Secretaria de Estado da Saúde, confirma mais oito mortes em decorrência da doença, aumentando para 59 o número total de óbitos no Paraná. Os dados são do 43º Informe Epidemiológico, do novo período sazonal da doença, que iniciou no dia 1º de agosto e deve seguir até julho de 2022.

As pessoas que faleceram tinham entre 61 e 91 anos. Eram sete homens e uma mulher. Elas residiam em Medianeira (2), Cascavel (2), Maringá (1), Assis Chateaubriand (1), Formosa do Oeste (1) e Toledo (1). Os óbitos ocorreram entre 24 de abril e 2 de junho de 2022.

O informe registra 104.592 confirmações de casos no Paraná. São 7.636 a mais em comparação com a semana passada. Além disso, são 221.710 notificações e 352 municípios já tiveram casos confirmados, cerca de 88% dos municípios paranaenses.

“Nossas equipes seguem em alerta e combatendo o vetor Aedes aegypti em todas as regiões do Paraná, realizando ações de combate, além de capacitações e orientações a todos os profissionais de saúde para o enfrentamento da dengue. É importante que a população busque atendimento nos serviços de saúde em caso de sintomas de dengue e evite automedicação”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, César Neves.  

Além dos casos de dengue, foram registrados mais dois casos de febre chikungunya, somando 21 (seis autóctones e 15 importados). Durante este período não houve registro de casos de zika.

Confira o informe completo aqui.

FONTE/CRÉDITOS: DA REDAÇÃO com AEN
Comentários:

Nossas notícias no celular

Receba as notícias do Universo da Notícia no seu app favorito de mensagens.

Telegram
Whatsapp
Entrar

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, responderemos assim que possível ; )