Universo da Notícia

Análise: versátil como Gerson, Flamengo se adapta aos meios para chegar sempre ao fim campeão

Expulsão precoce de Arão apresenta cenário incomum.

Um time que sabe apresentar vários meios para chegar ao mesmo fim. E o fim que virou marca deste Flamengo é erguendo troféu.

O da Recopa foi conquistado na noite de quarta-feira, no Maracanã, com um roteiro bem diferente do habitual, mas não menos eficiente. O Flamengo dominante permitiu-se ser dominado. Ou ao menos deixou o bem treinado Independiente Del Valle com essa impressão nos 73% do tempo em que teve a posse de bola. No fim, os 3 a 0 no placar deixaram claro quem ditou o ritmo do jogo.

Com um jogador a menos por praticamente uma hora, o time de Jorge Jesus usou a inteligência e a organização tática para impedir que os equatorianos colocassem em risco o título encaminhado - quando Arão foi expulso o placar já apontava 1 a 0. A rigor, o Del Valle assustou somente uma vez. E parou em um milagre de Diego Alves.

 

Em entrevista coletiva, Jorge Jesus e Gerson revelaram que o time simula situações em que joga com dez contra onze. A arrumação, principalmente defensiva, deixou isso evidente no Maracanã.

Logo que Arão foi expulso, o Mister recompôs o setor com Thiago Maia no lugar de Pedro e arrumou a casa rubro-negra. Como também disse aos jornalistas, a desvantagem numérica poderia até fazer diferença no momento de concluir as jogadas, mas não para defender e armar. Foi o que aconteceu, e justamente nesta ordem.

Com a linha defensiva bem postada e avançada como de costume, o Flamengo tinha Éverton Ribeiro e Arrascaeta fechando os corredores no auxílio aos laterais, enquanto Gerson e Maia saíam na caça aos armadores equatorianos. Duas linhas de quatro e Gabriel solto para contragolpear.

O Del Valle tinha a bola, mas não tinha espaço para a rápida transição que lhe é característica. A partir da intermediária ofensiva, a escassez de opções fazia o time girar a bola e praticamente não criar. Pelo contrário, foi Gabigol, em escapada solitária, quem quase marcou o segundo. Era um desenho do que aconteceria no segundo tempo.

Se o Flamengo se defendia bem, Jorge Jesus queria mais. Queria mais presença no campo de ataque. A medida que o tempo passava, o Del Valle se expunha e o Mister indicava os espaços para os avanços de Gabriel.

 

Num deles, o 2 a 0 praticamente decretou o título para um time que já se defendia bem e começou a incomodar também no ataque. Com 510 passes trocados, o Del Valle não tinha a precisão dos 191 dos rubro-negros.

A expulsão de Cabeza nos minutos finais deixou em igualdade numérica uma decisão marcada pela desigualdade técnica. Flamengo e Del Valle são times muito bem treinados, mas os cariocas têm matéria-prima melhor.

Os dois gols de Gerson nos 3 a 0 premiaram um coringa que foi reflexo do que o time como um todo demonstrou no Maracanã. Equilíbrio para atacar e defender com a eficiência de quem tem vários meios para chegar ao fim como campeão.

Conquistar canecos se tornou rotina para o Flamengo de Gabigol, Everton Ribeiro e companhia — Foto: André Durão / GloboEsporte.com

Fonte

Gloesporte/Fotos: André Durão/GloboEsporte.com
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Parceiros

Veja também

Análise: versátil como Gerson, Flamengo se adapta aos meios para chegar sempre ao fim campeão
27Abr

Análise: versátil como Gerson, Flamengo se adapta aos meios para chegar sempre ao fim campeão

Expulsão precoce de Arão apresenta cenário incomum.

Athletico goleia o Londrina na abertura da terceira rodada do Paraense
27Abr

Athletico goleia o Londrina na abertura da terceira rodada do Paraense

Furacão chega a 100% de aproveitamento no Paranaense.

Futebol: Toledo e União empatam pela segunda rodada do Paranaense
27Abr

Futebol: Toledo e União empatam pela segunda rodada do Paranaense

O próximo compromisso do Toledo será no domingo (26), a partir das 16h contra o PSTC, em Cornélio Procópio.

Segunda rodada do Paranaense 2020 começa nesta quarta (22)
27Abr

Segunda rodada do Paranaense 2020 começa nesta quarta (22)

No fim de semana foram 12 gols marcados na soma dos seis primeiros confrontos.

Publicidade